Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma mãe atrapalhada (2ªParte)

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial e as suas peripécias.

Crónicas de uma mãe atrapalhada (2ªParte)

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial e as suas peripécias.

Qual é a criança que não gosta de desenhar?

O meu filho que rabiscava paredes, que rabiscava desenhos nos meus cadernos ao meu colo quando o levava para reuniões, o meu filho que fazia desenhos comigo, que rabiscava nos meus cadernos enquanto eu trabalhava, um dia deixou de desenhar.

       Mas pior do que isso, ganhou aversão a desenhar. A simples palavra desenhar e ele desata aos gritos que não. O meu filho que segurava bem nos lápis e nas canetas, hoje nem as quer ver.

            Queria fazer uma história com ele, para o dia da mãe, mas eu vou ser a mãe que não vai levar história porque o meu filho ao fim de dois anos num infantário particular, onde pagava balúrdios, passou a odiar desenhar. Passou a fugir dos lápis e canetas de cor como se fossem a pior coisa do mundo.

 

          Que criança não gosta de desenhar? O meu filho!

O meu filho não gosta de desenhar e o meu coração fica apertado porque nunca vou saber o que aconteceu. Porque nunca vou saber o que aconteceu, que marcou o meu filho de forma que odiasse desenhar.

12 Grasnados

Grasnar post