Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

O Santo António não partiu só levou a minha avó.

( dedicado a minha avó materna)

IMG_20200613_192027.jpg

Este não é o primeiro ano que não celebro o Santo António. Não celebro  o Santo António desde que a minha avó faleceu neste dia.

Foi ela que me ensinou a gostar de histórias e a desenvolver a imaginação, mesmo sem saber ler nem escrever, foi ela que com as suas histórias contadas de um modo tão carinhoso me pôs no caminho do amor pelos livros.

 

Tinha viajado e quando cheguei ao Hospital: era tarde demais. 

Não perdoei ao Santo durante muito anos por ele me ter levado a minha avó.

Eu queria que ela tivesse pegado nos meus filhos ao colo, pois ela era uma avó jovem e isso poderia ter sido possível.

Eu queria que os meus filhos tivessem ouvido histórias por ela e tivessem botinhas de lã tricotadas por ela.

E acima de tudo eu queria que ela cá estivesse.

Mas um dia aprendi que aqueles que amamos permanecem para sempre connosco e mesmo sem a conhecer os meus filhos ouviram as histórias da minha avó.

Aprendi que ela está sempre com aqueles que amou e acredito que em algum lugar para lá do que eu possa imaginar, ela pegou nos meus filhos ao colo e os acariciou e acredito que um dia nos vamos reencontrar.

Perdoei o Santo, mas não consigo celebrar o dia em que partiu a minha avó.

Mas consola-me o pensamento que o Santo António não partiu só, levou a minha avó e assim ela partiu na companhia do Santo que tanto gostava, não partiu só.

 Para ti avó um beijo daqui ao céu ou onde quer que tu te encontres.

Mas estás sempre no nosso coração.

Ilustração feita pela Babá. ( a filhota )

 

2 Grasnados

Grasnar post