Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Mãe Masoquista

Pois de vez em quando sou uma mãe um pouquinho masoquista , que deve gostar de sofrer. Umas das coisas que mais impressão me faz na vida é o som de metal em metal, deixava o puto tocar pratos e ainda filmava...

Hoje fui a uma loja chinesa em que senhora da loja é minha amiga. O Gonçalo rapidamente encontra a secção dos brinquedos e engraça com uma mini imitação das Nerf e já não me deixou fazer mais nada... quis logo ir pagar. 

O que lhe interessa ele sabe bem. Soube ir direitinho à secção dos brinquedos e depois foi direitinho ao balcão entregar a pistola por pagar. Quando a senhora lhe pediu o dinheiro ele ficou um pouco atrapalhadoe  depois apontou para mim.

( paga mãe que é para isso que serves...)

Como tinha que fazer tempo para ir buscar o meu marido, já ia com intenção de lhe dar alguma coisa para se entreter e lá lhe dei a pseudo- Nerf.

O pior foi que ele não parouu de brincar com ela até agora.   E já tenho os estalos na minha cabeça, porque as balas escondi-as quando ele  as foi perdendo dentro do carro (estávamos parados).

 E eu a pensar que ele se ia fartar daquilo, mas não. A parte boa, é que lhe ensinei que não se atira, nem se aponta  às pessoas. A parte má é que já a Bá teve uma e eu nunca  gostei muito de brinquedos bélicos, mas  prometi que lhe arranjava um alvo ( porque já não sei se ainda há algum da Bá, imprimíamos e colávamos em cartão) e ele depois pode brincar. Assim é induzido à versão desportiva da questão e treina competências de pontaris e atenção.

É no que dá sem uma mãe imperfeita e atrapalhada que lhe dá brinquedos barulhentos e depois...pois não me devia queixar...

Mas o que interessa é que ele se divertiu enquanto esperávamos pelo pai e  não esteve agitado.

 

2 Grasnados

  • Imagem de perfil

    Mamã Gansa 14.11.2019

    Se sofre... mas o que importa é que ele está feliz e nunca o vi brincar tantas horas com uma coisa à exceção do carrinho da polícia que quis da outra vez, mas mesmo assim acho que hoje está á mais tempo com a pistola.
  • Grasnar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.