Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: O Meu Menino Talismã

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: O Meu Menino Talismã

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Feliz Dia da Mãe e de quem ama um filho!

É simples em vez de se abolir ou ignorar o dia da mãe, porque a mãe também merece um dia dela, porque não simplesmente desejar um feliz dia da mãe e de quem ama um filho, seja ele, neto ou sobrinho, e nem digo adotado porque quem sei que quem adota passa a ser mãe. E se a criança tem dois pais celebrará duplamente o dia do pai. Se tem duas mães celebrará duplamente a mãe. Se não tem mãe é dia de quem o ama como filho. Simples não? Parém de implicar com tudo, com o politicamente correto. Feliz dia da Mãe e de quem ama um filho!

Desculpem se não ou politicamente correta e não concordo que se ignore o dia da mãe. Embora o seja todos os dias. As mães também o direito ao dia delas sem culpa de qualquer constrangimento que possa haver.  

1 Grasnado

Grasnar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.