Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: O Meu Menino Talismã

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: O Meu Menino Talismã

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

EU E O GONÇALO PRECISAMOS DOS VOSSOS VOTOS

É campanha sim.

21959897_nwcNd.jpeg

Ando assoberbada de trabalho e não tenho conseguido cá vir com a frequência que gostaria, mas hoje venho fazer campanha. Todos os anos dois bloggers e vizinhos do sapo a  Magda Pais do Stone art books e o David Marinho do Domingo à tarde  organizam um concurso independente para eleger o melhor blogue da nossa praça entre os blogues que não são famosos. Este concurso era conhecido como Sapos do Ano, mas como é um evento independente do sapo e aberto a todas as plataformas este ano mudaram o nome para Blogzzilas do ano . O nosso Crónicas de uma mãe atrapalhada2:o nosso anjo azul mais uma vez foi finalista na categoria de família e este ano só serão eleitos cinco de uma lista de blogues muito bons. Para votar é muito simples é só virem aqui a este post carregar em comentar e escrever lá o link do nosso blogue. E se quiserem podem acrescentar porque gostam de nos ler. 

Portanto quem gosta de nos ler e acompanhar pode ir votar aqui e escrever nos comentários

Crónicas de uma mãe atrapalhada2:O nosso Anjo azul

lhttps://cronicasdeumamaeatrapalhada2.blogs.sapo.pt

E não se esqueçam. a votação acaba amanhã.

 

Finalistas dos Blogzzilas do ano

obrigado-cartão-de-rotulação-tradução-do-port

Antes de mais queria deixar aqui um grande obrigada a todos os que nos nomearam para finalistas dos Blogzzilas do Ano

Sei que não tenho cá vindo escrever muitas vezes , umas vezes porque não posso, outras porque gosto de escrever os meus textos com tempo e sentido e não só escrever por escrever. E também não gosto de pegar nos textos dos outros e publicar no blog como se fossem meus como vejo muita gente no mundo dos blogs e redes sociais fazer. 

Sei que raramente tenho deixado comentários na vizinhança , as raras vezes que tenho conseguido visitar.

Por tudo isso muito Obrigada por não se esquecerem de nós e nos nomearem.