Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial com autismo e um raro síndrome de deleção 18P

Há quinze anos ganhei o melhor título do Mundo

Mãe!

Sim foi há quinze anos que fui mãe pela primeira vez, num parto que temi pela vida da minha filha, mas nesse dia descobri que tinha dado à luz uma guerreira. E hoje essa guerreira faz o seu aniversário em pelna quarentena voluntária, no auge desta Pandemia, por isso convido-vos a ler as palavras que lhe dediquei no blogue que ambas partilhamos:

Quinze anos de orgulho

e aviso desde já que é um daqueles posts que afoga as pessoas literalemnte em baba.

Temos a vida adiada!

Mas é melhor ter a vida adiada do que não a ter…

 

 

82581641_10215963625305126_8751287107332341760_n.j

Bárbara com nove anos a brincar às escondidas com o Gonçalo com  dois anos no período em que ele se encontrava completamente surdo por surdez de transmissão. ( surdez por otites serosas)

 

 Temos de parar. Há alturas da vida em que é preciso parar.  Este ano eu  tive de parar, por um bem maior.  A partir de hoje é toda uma nação que tem de parar.

 A minha filha faz quinze anos na Segunda Feira. O aniversário dos quinze anos dela vai ficar na nossa História como o dia em que as Escolas fecharam por causa da Pandemia do Corona Vírus. Pode parecer uma bela prenda de aniversário não ter aulas, mas neste caso não é. 

É costume irmos jantar fora e juntar os amigos mais próximos. Ela anda ansiosa. E eu não tenho respostas para lhe dar. Vou tentar mimá-la como for possível, mas o mais  importante é preservar a saúde de todos. Se não celebrarmos com os amigos agora, celebramos daqui a um mês, ou quando for possível,porque o importante é que estejamos cá todos para celebrar.

Eu estive na médica há pouco tempo porque ela tem problemas de saúde que exigem atenção e é seguida regularmente. Pedi recomendações de como enfrentar este vírus. Primeira e mais importante:

-Lave as mãos frequentemente. Água e sabão ou sabonete normal são suficientes para matar o vírus.

-O Vírus não se transmite pelo ar, mas deve evitar proximidade.

-Não é necessário esgotar os desinfetantes. Só são necessários em sítios que não tenha como lavar as mãos.

- A máscara é desnecessária para quem não está infetado.

-Espirrar ou tossir para a dobra do cotovelo. Preferencialmente para um lenço que possa ser posteriormente descartável.

E a última, mas não menos importante:

-O Pânico não ajuda. Nestas situações deve-se evitar o pânico.

 

A pessoa que cá em casa tem mais dificuldade em cumprir isto é o Gonçalo pelo problema dele, mesmo assim, ontem consegui que ele cumprisse que só comia uma guloseima depois de  estar em casa em lavar as mãos. Nem sempre é fácil convencê-lo a lavar as mãos, mas consegue-se entre canções e jogos.

 

 A minha filha anda no nono ano e está ansiosa com os exames e com o futuro dela. Não é a circunstância ideal não. Mas o que importa é que ela tenha futuro.

Até porque eu já tive a experiência de a ter internada num Hospital com uma pneumonia, sem certezas de nada…

Por isso o que me importa é que ela e os meus estejam bem. Hoje ambos os meus filhos já estão em casa e assim vão permanecer. A partir de hoje só sairão em caso de extrema necessidade. Ou apenas para o ar livre em sítios que não estejam lotados de gente.

Cumpram as recomendações.  Façam compras conscientes, leve o mínimo necessário. Se todos colaborarmos o mundo não acaba amanhã. Ou melhor poderemos ter um amanhã.

Temos a vida adiada, mas é preferível uma vida adiada, do que não ter nenhuma vida.

A todos os Profissionais de Saúde na linha da Frente ao combate do Corona Vírus

A todos os profissionais de Saúde.jpg

Eu como cidadã quero agradecer a todos os profissionais de saúde que neste momento nos Hospitais , Centros de Saúde e a INEM, Saúde 24. e a todos os que estão na linha da frente no combate e prevenção à disseminação do vírus.

Sei bem as condições em que alguns de vocês trabalham, por motivos que a vida me trouxe, frequento centros de saúde e Hospitais mais frequentemente do que gostava. Não são raras as vezes que vos vejo a fazer o impossível com tão poucos recursos e por vezes com as pessoas a reclamarem por demorarem .Lembro-me de no início da minha gravidez estar a ser atendida por uma equipa que já estava há 36 horas no banco de urgência porque não havia pessoal que chegasse.

Não eles, não se queixaram, disseram-me bem dispostos numa meio duma gargalhada , enquanto me revelavam que conseguiam ver bem que era um rapaz e me pediam desculpa de estarem a dizer coisas sem sentido uns para os outros para os ajudar a concentrarem-se no trabalho.  Foram espetaculares.

 

A todos os profissionais que lutam pelo nosso futuro, pela nossa saúde, para que o nosso amanhã seja melhor pondo em risco a própria vida, e  deixando o coração das vossas famílias na mão. O meu muito obrigada.

Imagem via Facebook

M de Mulher M de Milagrosa

Manifesto do dia da Mulher

IMG_20200308_143933.jpg

 

Decorria o dia de 25 de Março de 1911 quando uma manifestação de mulheres por melhores condições de trabalho , acabou de forma brutal, sendo as portas da fábrica fechadas e ateado fogo á fábrica na qual morreram 123 mulheres e 23 homens. Sim também morreram homens. Foi este episódio da luta das operárias da Triangle Shirtwais, que chocou o mundo e o despertou para a luta das mulheres, pelos seus direitos. Uma luta que infelizmente ainda hoje se mantém.

 Decidiu-se manter o oitavo dia do terceiro mês do ano em comemoração à instituição do "Dia Mundial dos Trabalhadores" em memória de 8 de março de 1917, quando as mulheres lideraram uma grande manifestação em São Petersburgo para comemorar o fim da Primeira Guerra Mundial.

 Em 1921, a Segunda Conferência Internacional de Mulheres Comunistas, realizada em Moscou, estabeleceu a data agora reconhecida.

No entanto, será necessário aguardar até 1975 para ter a decisão oficial das Nações Unidas: a partir desse momento, 8 de março é formalizado como um dia de celebração único em todos os países do mundo.

A 8 de Março celebramos o dia da Mulher homenageando as operárias que lutaram pelos seus direitos e não só. As mulheres que aos longos dos séculos contribuíram para que este mundo fosse um lugar melhor.

 E não me refiro só a mulheres famosas cada uma de nós mulheres.

Hoje pediram-me que escrevesse uma palavra que descrevesse a mulher , eu escolhi:

Milagrosa. E porquê? Porque nós fazemos milagres  eu não refiro só ao facto de gerar vida, pois isso  iria excluir as mulheres que não podem ou não querem gerar filhos.

Nós somos trabalhadoras, gestoras, psicólogas, professoras, amigas, alegre, mães, filhas, irmãs, tias.

Nós lutamos pelo planeta, destacamo-nos cada vez mais nas universidades e aos poucos na política.  

Nós lutamos pelo direito a vestir-nos como gostamos.

Nós lutamos pelo direito de andar nas ruas em segurança.

Mas porquê milagrosa porque temos uma capacidade e uma força que só as mulheres têm, porque essa palavra inclui maravilhosa, magnifica, magnânima. Porque é preciso ter-se coragem para dizer : eu não quero ser mãe! E isto ser magnânima- Porque é preciso coragem para dizer: Eu quero ser mãe só depois de 30.E isto também é ser magnânima.  Porque todo o espaço da mulher foi conquistado pouco a pouco com grande luta. O direito ao voto , à educação, às oportunidades de trabalho.

Há ainda muito por fazer , falta ainda muita união para respeitarmos as nossas escolhas.

Vamos parar de perguntar à amiga solteira ou divorciada “Quando é que casas?” . Vamos parar de perguntar á amiga recém casada que escolheu não ter filhos: Então não queres mesmo ser mãe?

Vamos parar  de julgar a mãe cuja criança teve uma birra no meio da rua.

Vamos parar de nos julgar umas às outras e unir-nos para um mundo melhor.

Vamos parar de exigir que a mulher tenha a imagem perfeita padronizada pelos ideais da época.

Vamos educar as nossas filhas para não permitir que as maltrate no trabalho, no namoro, no casamento.

Vamos educar os nossos filhos para que respeitem as mulheres no trabalho, na rua, as namoradas, as mulheres e  geral.

Está nas nossas mãos também conseguir que um dia o dia da Mulher seja o dia em que todas as desigualdades sejam somente memórias de um tempo passado. E por todas aquelas que lutaram pelos direitos dos quais usufruímos desejem-me sim um feliz dia da Mulher e para quem se revir nestas palavras Feliz dia da Mulher!!!!!  Mas que nunca nos esqueçamos  este é ainda um dia que marca que a luta pelos nossos direitos não acabou!!!!!

 

"Mude as suas reacções, mude as suas acções"

Primeira campanha de sensibilização para o Autismo na Austrália.

"Esta é a primeira campanha pública  educacional feita na Austrália em que se mostra a discriminação das pessoas com autismo com base nas suas rotinas diárias.

Mas esta não é a única razão importante.

Mais de 200 pessoas com autismo  e as suas famílias ajudaram a campanha a tomar forma com as suas histórias e cada personagem com autismo na Campanha é interpretada por atores com autismo .Cada um destes atores com autismo foi pago pelo seu tempo. Isto pode parecer algo sem importância, mas aqueles que vivem e convivem com o autismo foi um gigantesco passo em frente. "

tradução livre da publicação original de Dan Anderews que publicou o vídeo.

Este vídeo mostra não só uma realidade vivenciada por mim e por outras pessoas com familiares com autismo como sugere como uma boa ação ação pode melhorar o dia de alguém.

Espero que um dia Portugal tome uma inciativa destas está mais que na hora.