Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial e as suas peripécias.

Crónicas de uma mãe atrapalhada 2: o nosso anjo azul

Um dia escrevi sobre as aventuras e desventuras das delícias da maternidade e do milagre da vida! Este é a continuação dessas aventuras com um menino especial e as suas peripécias.

Fomos à Ante Estreia do Lego2

IMG_20190223_105430.jpg

 Pois é, eu ainda não vos tinha contado, mas a semana passada, no Sábado fomos à ante estreia do filme Lego 2 para o qual ganhámos entradas num passatempo. Uma das coisas que os autistas têm é mesmo problemas em ficar muito tempo numa fila. De forma que pedi para falar com alguém da organização e deram-nos prioridade. Com a minha filha sempre esperei o tempo que tinha que esperar, mas já sei que com ele, há coisas que aprendi que tenho de evitar. Até porque muita gente e confusão criam-lhes ansiedade e podem-lhes despoletar crises.  Ofereceram-lhe um bonequinho, um marcador de livros e um livro de colorir.

   Fomos dos primeiros a entrar e como estava sozinha com ele nem me lembrei de comprar pipocas. Pensei que o filme tivesse intervalo e íamos no intervalo, mas não houve intervalo nenhum. Honestamente não consigo conceber como é que as sessões de filmes para crianças não têm intervalo. Enfim sou eu que devo estar a virar velhinha do Restelo

 

 O Filme foi giro com muita ação, muita cor, muita música. Uma história sobre entendermos os outros, tão apropriada…

Como fui “pateta” a e escolhi mal o lugar, o Gonçalo tinha dificuldade em ver (foi a segunda vez que fui ao cinema com ele), mas isso resolveu-se pondo-o ao meu colo e ele acalmou.

Durante o filme, esteve relativamente pacífico. Gritou de entusiasmo e ficava muito agitado nas cenas de ação. Quando ele gritava tentava acalmá-lo, mas nas cenas de ação deixei, afinal é um filme para CRIANÇAS.  Nas cenas de música é que ele ficava mais sossegado, eu diria mesmo encantado.

Quando acabou quis ficar comigo a ver a música, mas depois acabámos por sair.

Quando saiu queria levá-lo ao W.C. e ir para casa, mas ele não queria, queria beber, acabei por comprar um pack com as pipocas e o sumo. Só que ele viu uma fila na porta para o cinema e queria ir de novo e quem é que lhe conseguiu explicar que não podia ir outra vez…

 Pronto aí descambou tudo o Gonçalo desata a correr, o segurança a chamar a atenção eu a acabar de pagar. Chamo, vem ter comigo, mas foge novamente. E deita-se no chão à frente da fila enorme de pessoas que estavam à espera.   E pronto.  Eu sem forças para o tirar dali ainda por cima com um sumo na mão e a caixa na outra. Começaram a afazer os julgamentos do costume.  Pousei e a caixa no chão e derramei as pipocas ao que um dos senhores que estava na fila superou as vozes do burburinho e em tom de critica ainda disse.
-Ah e agora espalha as pipocas no chão! 

 Aí saltou-me a tampa.

- Olhe criticar é fácil, mas ainda não vi ninguém ajudar E fique sabendo que o meu filho tem autismo, não o escolheu ter, mas o senhor escolheu ser estúpido!

Não respondeu ou se o fez já não ouvia, porque tive de correr atrás do Gonçalo que foi para casa de banho á entrada do cinema. Lá dentro uma jovem ofereceu-se para me segurar na porcaria do pacote das pipocas. Aceitei e fui ajudar o Gonçalo agradeci a atenção, tinha encontrado um ser humano digno dessa designação. Saímos e liguei ao pai que não demorasse que precisava de ajuda. Graças a uma daquelas máquinas onde se joga tipo hóquei de mesa consegui que o Gonçalo parasse quieto, um miudinho pediu se podia jogar com ele e eu disse que sim, até me dava jeito não sair do pé dele. Felizmente o pai e a irmã não chegaram muito tempo depois, porque eu já estava sem braços para ele. Ele ainda quis “dar umas voltas” no Blaze que estava à porta do Bowling. Depois lá o convenci a sair.

 Apesar de tudo valeu a pena. Ele adorou o filme e num destes dias quis levar o livro de colorir para mostrar na escola.

Obrigada à  organização da , Cinemas NOS no Colombo e à marca Lego. Pelos momentos de alegria que nos proporcionaram. Um grande obrigada à  jovem desconhecida que me ajudou na casa de banho!